Inova Educação: Tecnologia será disciplina regular a partir de 2020

Robótica, programação, redes e mídias digitais serão alguns dos temas tratados nas escolas da rede estadual a partir de 2020, por meio do Inova Educação, modelo pedagógico pioneiro que conectará o ensino à realidade dos alunos do século 21.
De acordo com a Secretaria da Educação de São Paulo, todas as unidades estão prontas para trabalhar com o componente curricular Tecnologia, um dos três eixos do novo programa, ao lado de Projeto de Vida e Eletivas.

As competências a serem desenvolvidas no componente Tecnologia incluem:
– Pensamento computacional;
– Compreensão da cultura e do mundo digital;
– Capacidade de utilizar e produzir tecnologia com significado e ética em contextos acadêmicos, pessoais, sociais e profissionais;
– Pensamento crítico e criatividade;
– Empatia, colaboração, responsabilidade e cidadania;
– Elaboração e gestão de projetos;
– Abertura a novas experiências.

Realidade
Na Pesquisa Nossa Escola em (Re)Construção 2019, com respostas de 160 mil jovens da rede paulista, 91% dos estudantes acham que é importante ou muito importante aprender a usar novas tecnologias.
Dados da Secretaria da Educação apontam que 73% dos professores já usam ferramentas tecnológicas na sala de aula ao menos uma vez por mês. Vale destacar que a iniciativa será oferecida a partir de 2020 a todos os dois milhões de alunos matriculados nos anos finais dos ensinos Fundamental e Médio na rede estadual.
Uma vez por semana, os estudantes passarão por sequências didáticas adequadas ao nível de maturidade, como, por exemplo, construir um algoritmo, programar um sensor e automatizar um robô, no caso de disciplinas ligadas à robótica. Em mídias digitais, as atividades podem englobar a montagem de cartazes, a criação de uma rádio digital e até mesmo o desenvolvimento de uma campanha em redes sociais.
Cada escola abordará os assuntos segundo o nível de maturidade em adoção de tecnologia na educação, que depende da visão, dos recursos educacionais digitais, da infraestrutura e da formação dos professores. Os componentes Projeto de Vida e Eletivas terão duas aulas semanais. As disciplinas de todos os componentes são obrigatórias.

Mundo digital
Na avaliação do secretário da Educação, Rossieli Soares, as aulas de tecnologia serão obrigatórias, mas poderão passar por adaptações, de acordo com cada escola. “A aula de tecnologia proposta pelo Inova Educação irá mais falar sobre tecnologia do que ensinar a usá-la. O que é big data? O que é learning machine? Precisamos abordar esses temas que estarão cada vez mais presentes na vida do aluno”, explica.
“Falo que é uma espécie de obrigatória eletiva. A abordagem sobre tecnologia vai de cada escola. As escolas podem cair para o lado da programação ou de uma outra prática”, acrescenta.

Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *